“Ah! Bruta flor do querer. Ah! Bruta flor, bruta flor”*

14 de December de 2009 às 5:45 pm

“As coisas que queremos e parecem impossíveis só podem ser conseguidas com uma teimosia pacífica”
Mahatma Gandhi

Espero que Gandhi esteja certo porque a esta altura do campeonato só me resta a teimosia pacífica mesmo.



*”O quereres”, Caetano Veloso

O que fazer?

30 de November de 2009 às 11:12 pm

O que fazer quando você precisa do amigo que não está?
O que fazer com a lágrima que você não quer chorar?

O que fazer quando a notícia não vem?
O que fazer com tudo que não se tem?

O que fazer quando a saudade aperta?
O que fazer sozinho baixo a coberta?

O que fazer quando encaras teu próprio ser?
O que fazer no momento que anoitecer?

O que fazer quando todos caminhos apontam à derrota?
O que fazer com o tempo que se esgota?

O que fazer quando só existe irracionalidade?
O que fazer contra a falta de simplicidade?

O que fazer para você entender?

O que fazer?
Fazer, o que?

Pedaço de mim (Chico Buarque, 1977)

21 de August de 2009 às 3:58 pm

“Ó pedaço de mim, ó metade afastada de mim
Leva o teu olhar, que a saudade é o pior tormento
É pior do que o esquecimento, é pior do que se entrevar.

Ó pedaço de mim, ó metade exilada de mim
Leva os teus sinais, que a saudade dói como um barco
Que aos poucos descreve um arco e evita atracar no cais.

Ó pedaço de mim, ó metade arrancada de mim
Leva o vulto teu, que a saudade é o revés de um parto
A saudade é arrumar o quarto do filho que já morreu.

Ó pedaço de mim, ó metade amputada de mim
Leva o que há de ti, que a saudade dói latejada
É assim como uma fisgada no membro que já perdi.

Ó pedaço de mim, ó metade adorada de mim
Lava os olhos meus, que a saudade é o pior castigo
E eu não quero levar comigo a mortalha do amor, adeus.”


Mais fantástico impossível. Ela veio, ficou, levantou, brincou, chorou, andou, jogou, inventou, dormiu, lutou contra o sono, caiu, balbuceou, despertou e partiu.

Eu fiquei na imensidão do vazio deixado.

Some computer science and general quotes…

5 de April de 2009 às 2:47 am

“Computer Science is no more about computers than astronomy is about telescopes.”
E. W. Dijkstra

“You can have the project:
a.) Done On Time
b.) Done On Budget
c.) Done Properly
Pick any 2”
Programmer to boss

“The first 90% of the code accounts for the first 90% of the development time. The remaining 10% of the code accounts for the other 90% of the development time.”
Tom Cargill

“The sooner you get behind in your work, the more time you have to catch up.”

“Some people, when confronted with a problem, think “I know, I’ll use regular expressions.” Now they have two problems”
Jamie Zawinski

“Linux is only free if your time has no value”
Jamie Zawinski

“UNIX is basically a simple operating system, but you have to be a genius to understand the simplicity.”
Dennis Ritchie

“Just don’t create a file called -rf”

“There are two major products that come out of Berkeley: LSD and UNIX. We don’t believe this to be a coincidence.”
Jeremy S. Anderson

“Software is like sex: It’s better when it’s free.”
Linus Torvalds

“recursion: see recursion”

“Programmer: an organism that turns coffee into software”

“Computer science education cannot make anybody an expert programmer any more than studying brushes and pigment can make somebody an expert painter.”
Eric Raymond

“God could create the world in six days because he didn’t have to make it compatible with the previous version”

“Measuring programming progress by lines of code is like measuring aircraft building progress by weight.”
Bill Gates

“On the 7th day … God began debugging.”

“It should be noted that no ethically-trained software engineer would ever consent to write a DestroyBaghdad procedure. Basic professional ethics would instead require him to write a DestroyCity procedure, to which Baghdad could be given as a parameter.”
Nathaniel S Borenstein

“Vi is a subset of evil”

“It works on my machine”
anonymous programmer.

“I have always wished for my computer to be as easy to use as my telephone; my wish has come true because I can no longer figure out how to use my telephone”

“I would love to change the world, but they won’t give me the source code”

“The only ‘intuitive’ interface is the nipple. After that it’s all learned.”
Bruce Ediger

“C++: an octopus made by nailing extra legs onto a dog.”
Steve Taylor

“Any sufficiently advanced technology is indistinguishable from magic.”
Arthur Clarke

“My definition of an expert in any field is a person who knows enough about what’s really going on to be scared.”
P. J. Plauger

“Computers are useless. They can only give you answers.”
Pablo Picasso

“For every complex problem there is an answer that is clear, simple, and wrong.”
H L Mencken

“Nothing is more permanent than a temporary solution”
Thomas’ First Law

“Nine people can’t make a baby in a month.”
Fred Brooks

“There are only two industries that refer to their customers as users.”

“There are 10 types of people in the world, those who can read binary, and those who can’t.”

“Most software today is very much like an Egyptian pyramid with millions of bricks piled on top of each other, with no structural integrity, but just done by brute force and thousands of slaves.”
Alan Kay

“There’s only one function to describe women: random();”

“Debugging is like farting – it’s not so bad when it’s your own code.”

“XML is like violence – if it’s not working for you, you’re not using enough of it.”

“The trouble with programmers is that you can never tell what a programmer is doing until it’s too late.”
Seymour Cray

“If you can build it, your users can break it.”

“2B || !2B, that’s FF”

“Love is real, unless declared an integer.”

“The generation of random numbers is too important to be left to chance.”
Robert R. Coveyou, Oak Ridge National Laboratory

“You can stand on the shoulders of giants OR a big enough pile of dwarfs, works either way.”

“Man is the best computer we can put aboard a spacecraft…and the only one that can be mass produced with unskilled labor.”
Wernher von Braun

“Engineering is the art of doing with one dollar what any damn fool can do with two.”

“It takes an intelligent person to build something complex; it takes a genius to build something simple”

“Two strings walk into a bar. One says: “I’d like a beer pleas$$%~¬..3783u
The other string says: “Sorry about my friend, he’s not null-terminated.” “

Programa noturno…

5 de April de 2009 às 1:51 am

while(!asleep()) sheep++;

Muito, muito sono mas dormir que é bom… nada!

Twelve Rules for Being Human

18 de February de 2009 às 2:31 am

1. You will receive a body.
You may like it or hate it, but it will be yours the entire period.

2. You will learn lessons.
You are enrolled in a full-time informal school called Life. Each day in this school you will have the opportunity to learn lessons. You may like the lessons or think them irrelevant and stupid.

3. There are no mistakes, only lessons.
Growth is a process of trial and error: experimentation. The “failed” experiments are as much a part of the process as the experiments that ultimately “work.”

4. A lesson is repeated until learned.
A lesson will be presented to you in various forms until you have learned it. When you have learned it, you can then go on to the next lesson.

5. Learning lessons does not end.
There is no part of life that does not contain its lessons. If you are alive, there are lessons to be learned.

6. “There” is no better than “here.”
When your “there” has become a “here,” you will simply obtain another “there” that will again look better than “here.”

7. Others are merely mirrors of you.
You cannot love or hate something about another person unless it reflects something you love or hate about yourself.

8. What you make of your life is up to you.
You have all the tools and resources you need. What you do with them is up to you. The choice is yours.

9. Life is exactly what you think it is.
You create a life that matches your beliefs and expectations.

10. Your answers lie inside you.
The answers to life’s questions lie inside you. All you need to do is look, listen, and trust.

11. You will forget all this.

12. You can remember it whenever you want.

Cabelos Brancos

26 de December de 2008 às 12:25 am

Sabe meu amigo, se tem um conselho bom que se possa dar para um ano novo e para uma possível mudança de vida, esse conselho seria: “Ouça as pessoas de cabelos brancos”.

E os conselhos dados ficam para outro post.


“Mas ei, ei mãe, por mais que a gente cresça há sempre coisas que a gente não pode entender”*

21 de December de 2008 às 3:32 pm

Não consigo fazer a divisa dos momentos de transição do eu infante ao adolescente e, deste, ao adulto. Muitas vezes acredito já haver nascido cinquentão, um grande careta num corpo de criança. Em outras ocasiões me vejo com certo complexo de Peter-pan, um eterno infante que resiste em deixar de lado o lúdico, a minha própria Terra do Nunca.

Minha razão diz simplesmente que não existe transição radical e que sigo sendo a mesma criança, o mesmo adolescente e adulto em um só. Uma espécie de triplo Yin-Yang.

Mas eu não entendo. Não registro. As vezes me sinto um grande não. E vejo neste eu adulto os mesmos conflitos do eu criança com a diferença que mascaro muito melhor. Sim, a experiência me faz ler as outras pessoas bem melhor, me socializou, me mostrou caminhos e matou dúvidas.
Será que o poeta não é somente alguém registrando e sofrendo tudo aquilo que não viveu enquanto os outros estão exatamente ocupados em viver e sentir?

* “Terra de Gigantes” – Engenheiros do Hawaii

Letra perfeita para a ocasião

9 de December de 2008 às 7:59 pm

Angel (Sarah McLachlan)

Spend all your time waiting for that second chance
For the break that will make it OK
There’s always some reason to feel not good enough
And it’s hard at the end of the day
I need some distraction or a beautiful release
Memories seep from my veins
Let me be empty and weightless and maybe
I’ll find some peace tonight

In the arms of the Angel far away from here
From this dark, cold hotel room, and the endlessness that you fear
You are pulled from the wreckage of your silent reverie
You’re in the arms of the Angel; may you find some comfort here

So tired of the straight line, and everywhere you turn
There’s vultures and thieves at your back
The storm keeps on twisting, you keep on building the lies
That you make up for all that you lack
It don’t make no difference, escaping one last time
It’s easier to believe
In this sweet madness, oh this glorious sadness
That brings me to my knees

In the arms of the Angel far away from here
From this dark, cold hotel room, and the endlessness that you fear
You are pulled from the wreckage of your silent reverie
In the arms of the Angel; may you find some comfort here

You’re in the arms of the Angel; may you find some comfort here

Poucos suspiros poéticos mas muita saudade*

5 de December de 2008 às 3:10 pm

Sim, pouca poesia e pouca prosa. Muita coisa acontecendo mas já faz tempo que minha estabilidade foi pro espaço. Tenho chegado em casa sem vontade de escrever.

Sigo a vida em rítmo intenso, em alta velocidade e me questiono se será somente assim que sei viver.

Passei uma semana muito intensa no Brasil, sem tempo livre para quase nada, vendo amigos e família e trabalhando bastante. Cheguei na segunda-feira de manhã do Brasil e já fui direto ao trabalho. Uma semana de trabalho, um fim de semana que queria ter passado em casa mas que acabou sendo com amigos e, no final, foi excelente. Mais uma semana de trabalho, desta vez um pouco fora de foco.

Pronto. Duas semanas e agora estou aqui, em casa, em plena sexta-feira, com a terrível sensação de estar “filando o trabalho” mas com a empolgação de quando estou me preparando para algo que sei que será, uma vez mais, intenso.

Vou mais uma vez para a Alemanha. Sei que o frio está de matar mas meu coração está totalmente aquecido. Vou matar a saudade de minha pequenina. Esta pequenina que conseguiu me transformar num chorão. Logo eu, um dos editores do livro da razão e que nem lembrava o que eram lágrimas.

Agora me sinto incapaz de olhar algumas fotos, e as vezes me derreto com estúpidos comerciais de margarina, papinha e afins. Tento segurar o choro em livros e filmes.

Saudade… essa minha companheira de sempre. Sinto como se sempre estivesse com saudade de algo ou de alguém mas, ao mesmo tempo, sempre com uma certa empolgação pelo agora e pelo que está por vir. Insano, não?

Escrevo agora somente por um chamado de minha prima. Posso dizer que este post é para ela. Não tinha planos, nem idéia do que sairia nas palavras.

Mas, neste momento, penso somente que estou a minutos de pegar o trem para o aeroporto. E aí vem mais uma das jornadas Barcelona-Bad Lauterberg (uma cidade no meio do nada, no pé das montanhas centrais da Alemanha).

Mas eu já criei uma espécie de rotina para estas viagens. São longas. Começa às 14hs quando saio de casa para o aeroporto. Nada de malas, nem check-in. As passagens são mais baratas assim e tudo é mais prático. Vou somente para o fim de semana e não preciso de muito.

Um livro gordo na mão, uma mente fértil de idéias, pensamentos, e estrada. Eis a combinação perfeita para a viagem que hoje termina somente às 22hs quando eu chego numa cidade chamada Goettingen, onde dormirei já que a esta hora não tem mais transporte que me leve a Bad Lauterberg.

Saudade é bicho esquisito. Amor é mais ainda.


* Parafraseando “Suspiros poéticos e saudades“, título do famoso livro considerado a obra inicial do romantismo brasileiro, de Domingos José Gonçalves de Magalhães.

Next »